Vale da Trave Terra das Ervanárias

...assim se denominou pela relevância e pelo peso que assume o comércio das plantas para fins medicinais, cosméticos, alimentares e ornamentais, sendo esta designação a nossa imagem de marca territorial.

O pastoreio

Caprino e ovinos ainda pastam livremente pelos terrenos baldios.

Gruta do algar do Pena

O Centro de Interpretação Subterrâneo da gruta do algar Pena é um dos melhores locais para compreender os segredos das grutas. Esta cavidade está localizada nos terrenos baldios administrados por esta Assembleia de Compartes, tendo sido descoberta em 1983. É composta por um poço vertical de 35 metros (algar) que conduz a uma sala gigantesca de 105 mil metros cúbicos. A gestão desta gruta é da responsabilidade do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

Capela do Vale da Trave

Obras de beneficiação e requalificação da Capela do Vale da Trave apoiadas pelo Conselho Directivo.

Pinhal-manso da cruz de Valdemar

Plantado pelos Serviços Florestais do Antigo Regime, na década de 70 do século XX, este pinhal de pinheiro-manso, com cerca de 7 ha, é das poucas manchas florestais que não arderam na nossa serra que restam do período áureo dos Perímetros Florestais.

Pinhal do Baldio

Novas arborizações na Cabeça da Gorda, Vale das Pias, Covão Cego e Cabeço da Lapa, num total de 15 ha de Pinhal-manso.

Rede Viária Florestal

Entre a construção, alargamento, corte da vegetação das bermas e beneficiação da plataforma toda a rede viária da Assembleia de Compartes encontra-se operacional.

Lagoa do Vale da Trave

Projecto de requalificação da lagoa do Vale da Trave

domingo, 27 de março de 2011

Ciclo de colóquios do Portal de Alcanede - «O Associativismo e Voluntariado nas Sociedades Modernas – Que Futuro?».

O portal de Alcanede considerou a iniciativa um sucesso. O Centro Cultural e Recreativo de Aldeia da Ribeira recebeu no Sábado, 26 de Março de 2011, cerca de 80 pessoas marcaram presença neste evento, embora tenha sido notada a falta de presença de uma parte muito significativa dos dirigentes associativos da freguesia de Alcanede, para quem foi pensada e dirigida a iniciativa.
Paulo Coelho, do Portal, considera que “a ausência se deve a alguma falta de hábito a este tipo de eventos que, quer queiramos quer não, são novidade na nossa freguesia”. No entanto, prefere realçar “a fantástica moldura humana que esteve no colóquio, a excelência do painel de oradores e moderadores, a presença das coletividades da nossa terra que não perderam a oportunidade de participar, os contributos das associações vizinhas, casos de Gançaria, Alcobertas e outras, a presença da autarca da freguesia de Tremês e da população que viu no evento uma mais-valia”.

Fonte: www.portalalcanede.com

sexta-feira, 25 de março de 2011

Portal de Alcanede convida associações do Vale da Trave para Colóquio sobre Associativismo e Voluntariado

O portal de Alcanede vai organizar no próximo dia 26 de Março, pelas 14 horas, o primeiro de um ciclo de colóquios que prevê um calendário descentralizado pela maioria dos lugares da freguesia de Alcanede. A iniciativa insere-se na “missão”... do Portal de prestar um serviço à comunidade, e conta para a primeira edição com a parceria do Centro Cultural e Recreativo de Aldeia da Ribeira.

O mote para esta primeira realização versa, «O papel do Associativismo e Voluntariado nas Sociedades Modernas – que Futuro?». O evento pretende suscitar a troca de experiências, debate e reflexão, sobre as organizações do chamado terceiro sector, (iniciativas privadas de utilidade pública com origem na sociedade civil). Nesse sentido, foi endereçado um convite às associações do Vale da Trave para efeitos de partucipação.

A sessão de abertura deverá ficar a cargo de Paulo Coelho da administração do portal de Alcanede, e de Jorge Rodrigues, Presidente da direcção do Centro Cultural e Recreativo de Aldeia da Ribeira.

O primeiro painel será moderado por João Melo de Ataíde, tendo como oradores, Jorge Claro Presidente da Fajudis – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Santarém, e ainda António Frazão da direcção da Cooperativa da Terra Chã - Chãos - Alcobertas, que pela sua experiência e conhecimento do 3º sector poderá lançar pistas para a necessidade de este tipo de organizações se adequar a novos paradigmas.

O segundo painel moderado por Luís Ferreira, pretende a abordagem de alguns casos práticos, tendo como convidados os oradores, Ramiro Matos, Presidente do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém, António Craveiro da Direcção do Sport Clube Operário de Cem Soldos/Tomar e Conceição Gaspar, Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede.

ENTRADAS LIVRES